Buscar Depoimentos - Acupuntura

Cansaço (fadiga), sonolência, frio no corpo, vontade de comer doces, intestino preso, dor lombar, ansiedade, irritação e etc.

Terça, 19 Novembro 2013 00:00

Informações adicionais

  • Nome: Christianne I. Lima
  • E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Caro Prof.Tsai,
Obrigada por me mostrar o caminho , por me fazer enxergar coisas, pelo tratamento ..e por recuperar a minha saúde..de verdade..(segue depoimento anexo).


DEPOIMENTO: Christianne I. Lima  19/11/2013.                                                           

Sintomas:  Cansaço (fadiga), sonolência, frio no corpo, vontade de comer doces,  intestino preso, dor lombar, ansiedade, irritação.


Tenho 2 (duas) profissões, sempre fui super ativa e preocupada com a minha saúde, tendo boa alimentação e praticando exercícios físicos. Porém, alguns sinais começaram a aparecer mostrando que a minha saúde não estava 100%: comecei a sentir muito frio no corpo, mesmo em dias quentes ou com temperatura agradável,  dor lombar e intestino cada vez mais preso.

Não dei importância para estes sintomas e segui com a minha rotina. Na verdade, meu corpo já começava  a se ressentir dos maus tratos: trabalhava muito, até tarde da noite, inclusive aos finais-de-semana, acordava 5hs da manha para praticar corrida, dormia poucas horas, vivia ansiosa, sempre afobada e me cobrando mais .

Depois de um ano, o  meu corpo começou a “pifar”: Comecei a sentir  muito cansaço e sonolência, a ponto de não conseguir trabalhar direito. Estava sempre cansada  e com concentração prejudicada.  Mesmo praticando exercícios físicos vigorosos para aumentar a disposição, o efeito era o inverso. Preocupada, fui ao médico (clínico geral) e ele me receitou “ vitaminas (em cápsulas) com ginseng”, o que não resolveu. Fui ao endócrino, pensando ser problema de tireóide, mas nos exames deu tudo normal.

 Porém,no fundo eu sabia que algo não estava bem, pois  esse não era o meu “estado normal”.

Neste momento, bateu um sentimento de angústia e desespero, pois eu queria fazer as coisas e meu corpo não “respondia”, ele  não tinha disposição para acompanhar o meu pique mental.  Por um instante, tive a sensação de estar  “perdendo a vida”. Sentia que  a minha energia estava se esvaindo,  “escorrendo pelas mãos”, e que eu  precisaria fazer algo urgente.

Busquei  informações na internet e encontrei o Centro Taoísta com seus depoimentos, onde me identifiquei com um deles. Foi então que comecei o tratamento com o Prof.Tsai, que me passou muita confiança e experiência. Percebi que o meu problema era um desequilíbrio energético (de “Qi”), causado por anos consecutivos de maus hábitos de vida.

Já na 2ª. (segunda) sessão, comecei a sentir melhoras: a dor lombar e no sacro sumiram e o frio diminuiu (impressionante, pois eu vivia agasalhada!).

Porém, a dificuldade surgiu no meio do tratamento. Depois de sentir algumas melhoras, veio a piora: senti cansaço em dobro, dormia em dobro e tinha crises constantes de choro. Nesta etapa, foi fundamental a orientação do Prof.  para continuar o tratamento, pois por várias vezes tive real vontade de desistir.  Mas segundo o Prof.: “isso era uma resposta do corpo a anos sem descanso suficiente, e as crises de choro eram um “desbloqueio energético”.

Passado 1 mês e meio de tratamento, o meu corpo e emoções começaram a se equilibrar (e agora eu vejo o quanto eu estava desequilibrada!). Hoje sinto a minha energia voltando aos poucos, com mais ânimo, disposição, sem dor lombar, com a pele linda, com o semblante mais calmo, além de mais centrada, objetiva, e sem  desperdiçar tanta energia com coisas do dia-a-dia.

Confesso que o tratamento exigiu de mim maturidade, humildade, obediência e  comprometimento, colocando a saúde como prioridade de vida. Tive que abrir mão de hábitos que, embora prazerosos, não me faziam bem,  e colocar no lugar novas práticas, para ganhar de volta a minha saúde.

Agradeço muitíssimo ao Prof.Tsai pela orientação e firmeza com que conduziu o tratamento, e principalmente por ter me mostrado o caminho de melhora, me ensinando que a nossa energia depende de como cuidamos dela: tenho que fazer a minha parte.  Todos os dias, à noite, reservo um tempo para praticar Tai chi  e Meditação Taoísta, pois sei que se eu  me descuidar, todo o desequilíbrio voltará. E isso eu não quero mais!

19/11/2013   Christianne I. Lima


Conheça Blog oficial do Centro Taoísta:

http://centrotaoista.wordpress.com/